Social
03/10/2018
CPFL articula com representantes dos presidenciáveis sobre continuação da reestruturação do setor

O presidente da CPFL disse que a companhia tem interagido com representantes das campanhas dos principais candidatos à Presidência da República e que espera que o próximo governo possa dar continuidade a um movimento de reforma da regulamentação do setor de energia iniciado pela gestão de Michel Temer. “A questão agora é o marco regulatório, que precisa ser endereçado pelo próximo presidente”, afirmou Dorf, para quem o projeto em andamento reúne pontos de convergência entre as empresas e especialistas. “Acho pouco provável, quem quer que seja o eleito, que a gente tenha um redirecionamento completo (da política energética), um cavalo de pau”, adicionou ele. O executivo ainda defendeu que a prioridade para o próximo presidente no setor de energia deve ser a condução de um acordo para encerrar uma longa disputa judicial entre elétricas e governo em torno das regras do chamado “risco hidrológico” na operação de hidrelétricas.

Reuters – 03.10.2018